terça-feira, 18 de outubro de 2011

Tem que ser Macho/ Mulher para ser homossexual!

E quem tirou a ideia de que ser Homossexual é ser frouxo, medroso, ou coisa do tipo? “Gay’s” são mais machos e mulheres que muitos ‘heteros’ que tem por ai, isso não é uma questão de escolha sexual, a coragem, a masculinidade, a responsabilidade de carregar a palavra ‘homem’, ‘mulher’ nas costas vai muito além do conceito preconceituoso lacrado pela sociedade.
A masculinidade é, de certa forma, absorvida pela sociedade que agir de forma machista é algo natural e aceitável, enquanto o feminismo ainda assusta e destrói padrões. Havendo visões de masculinidade totalmente agregada a sexualidade do indivíduo, relacionando-a a coragem em característica da brutalidade. Bater em mulher é algo extremamente machista e muitas vezes relacionada à masculinidade, é assim que o ‘Macho’ age? Batendo em outros homens para ser o ‘fodão’, o corajoso? É fazer grosseira, por não saber agir com delicadeza? Porque se for, prefiro sacar-me com um gay.

Assim como a masculinidade a feminilidade é uma padronização que necessariamente a mulher é obrigada a seguir para ser aceita na sociedade. Temos que ser delicadas, bem arrumadas, usar roupas que todas usam apenas para agradar os homens, mesmo que não sejam confortáveis? Temos que saber cozinhar, varrer, cuidar da casa para casar? Temos que procurar maridos e aceita-los do jeito que são? É obrigação nossa cuidar dos filhos enquanto os maridos jogam futebol no fim de semana? Porque se for, ser mulher não ta com nada.

Você tem força de vontade de se assumir diferente diante da sociedade? De acordar todos os dias e dar de cara com olhares preconceituosos? De andar pelas ruas e em todas as partes escutar dizerem que como você age te define como um ‘doente’? Você conseguiria ter uma vida normal se te excluíssem do seu seio familiar? Você teria paciência de esperar, talvez a vida toda, que as pessoas aceitem seu jeito de ser? Conseguiria esconder, disfarçar o amor que sente por outra pessoa, sem previsão de que isso acabe, para todos? Você conseguiria em algum momento da sua vida ser perseguido por outras pessoas, sofrer agressões físicas e verbais e não se esconder? Seria feliz depois que seus pais te colocassem para fora de casa, pois não querem um filho como você?

Se em pelo menos uma das perguntas sua resposta foi não, sinto lhe dizer: Se é Homem, você não é ‘MACHO’ o suficiente para ser gay, se é Mulher, você não é mais 'MULHER' que uma homossexual. E ambos não são corajosos, pois para mim isso é ter coragem é ser do jeito que é, sofrer todos os dias com isso e mesmo assim viver feliz, se sentir realizado e ter auto estima mesmo quando dizem que você não passa de uma aberração.  “Fica a dica!” 

14 comentários:

  1. tenho uma amiga homossexual que enfrenta MUITO preconceito, até mesmo pela familia. admiro muito a coragem dela!
    PRECONCEITO É OPNIÃO SEM CONCEITO!



    beijinhos, amiga linda!
    espero sua visitinha no meu blog!

    http://ofabulosomundodemarcellilessa.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Verdade, viu tem tantos preconceitos e obstáculos que eles enfrentam que tem quer ser muito mais macho .
    Concordo com vc plenamente

    Beijo
    http://marifriend.blogspot.com/
    @Storiesandadvic

    ResponderExcluir
  3. E ainda tem quem diga que trata-se de "opção sexual". Ora, ora...

    A opção está em assumir ou não a orientação.

    E concordo : tem que ser muito gente grande pra dar a cara pra bater.

    Adorei o texto!

    Um beijo.

    ResponderExcluir
  4. Só acho que TODOS devem respeitar as escolhas de cada um. Nossas escolhas que regem nossa vida e não as dos outros, então que cada um tome as suas para que possa ser feliz :)

    ResponderExcluir
  5. Pois é, pena que muita gente não vê a coragem que eles tem de se assumirem diferentes! :/

    ResponderExcluir
  6. A natureza criou as diferentes polaridades sexuais para perpetuar a espécie.
    Afinal, 2 gametas masculinos não geram um feto, assim como 2 gametas femininos não formam um bebê.
    Então a natureza, sem nos perguntar se concordávamos antes, deliberou a necessidade do homem e da mulher para geração da vida e da perpetuação da espécie.

    Mas será que o objetivo da sexualidade é apenas esse? Exclusivamente gerar novos seres?
    É algo a se pensar.

    São os padrões que nós temos e todo padrão que se enraiza em uma cultura é extremamente difícil de extirpar.
    Ademais, os padrões de normalidade são extremamente relativos.
    Em um país onde todos fossem cegos, quem tivesse a visão é que seria considerado o estranho.

    São esses paradigmas que lentamente quebraremos, evitando chocar e procurando nos inserir, não violentando a opinião alheia com a nossa conduta.

    Além disso, ninguém tem o direito de estabelecer para o outro as suas metas pessoais.
    Se a minha meta pessoal é ter uma vida heterossexual, muito justo... mas isso é um problema meu.
    Não é porque eu quero isso que eu devo estabelecer isso como regra para todas as pessoas.

    Indivíduos diferentes têm objetivos diferentes, valores diferentes, gostos diferentes... e tudo isso deve ser respeitado como direito individual.

    São coisas que meditadas nos ajudam a ter conceito, para evitar cairmos no preconceito.

    Beijo!

    ResponderExcluir
  7. E que original o tema Mariane, realmente nunca tinha visto nada igual...

    Realmente verdade e interessante...

    ResponderExcluir
  8. Acho que amor não tem sexo e o que observo é que por traz do preconceito existe uma inveja velada pois no geral as pessoas nunca assumem nada, sequer a propria vida, e isto incomoda não é mesmo!E diante de uma sociedade que infelizmente esta ficando cada vez mais hipocrita, vide a proliferação do politicamente correto, que nada mais é que uma nova maneira que a sociedade encontrou para nos controlar, concordo que é preciso muita coragem para asumir o que nos vem de dentro o que nos é autentico.
    beijos.

    ResponderExcluir
  9. Concordo Bruninho, o problema é que infelizmente as pessoas perdem tanto tempo se incomodando com a vida do outro que acaba por perder a própria razão.

    Mailson: OBRIGADA *-* voltei sempre adoro seus passagens aqui!

    André concordo com você demais, isso é muito impregnado na gente, que nos chateamos quando vemos alguém que conseguiu assumir qualquer coisa da vida dela, seja o errado, seu próprio jeito de ser. Beeijos

    ResponderExcluir
  10. Adorei seus texto, muito bem escrito, infelizmente ainda temos o preconceito na sociedade.


    http://cosmeticosbelezasaude.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  11. Oi obrigada! seguindo
    http://cosmeticosbelezasaude.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  12. Ah , esses estereótipos da sociedade massacram a gente . Já evoluímos muito , mas ainda falta um longo caminho a percorrer .
    Ótima reflexão !
    Beeijos ♥

    ResponderExcluir
  13. Se você ainda não se assumiu e quer compartilhar experiencias com outras pessoas na mesma situação conheça meu blog:

    http://seassumirounao.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita e antes de tudo sejam bem vindos! *-*
Sintam-se a vontade para deixar opiniões, críticas...
Afinal esse Blog é para vocês;
- Seu comentário é muito importante, só assim saberei no que melhorar.
Beijos para todos ;*