sexta-feira, 6 de janeiro de 2012

Tempo;

Quanto tempo,
Ainda tenho?
Quanto tempo,
Já não tenho?

Quantos dias eu perdi?
Só pra ter você aqui..
Quantas noites não dormir?
Esperando você vir

E as horas que passei
Pensando em você?
Não sei,
E agora todo o amor, cadê?

O tempo passou,
Você não voltou
Fracassamos no amor
E o que sobrou, se não a dor?

10 comentários:

  1. Muuuito bom...intenso e angustiante...gostei!!

    []s

    ResponderExcluir
  2. Que maravilhoso mari..muito lindo mesmooo..vc escreve super bem..adoro seus poemas...

    um beijaumm

    ResponderExcluir
  3. Gostei da tensão e da ansiedade que o momento da leitura causou.

    São as palavras criando sensações!

    Beijo.

    ResponderExcluir
  4. Oi flrozinha
    Amey a postagem !
    Passando para desejar uma ótima sexta-feira 13 D: ! Tem post novo lá no blog !
    Beijinhos ;* !

    www.atrevidass.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Oi Mariane texto angustiante...mas gostei... muito bom!...precisamos escrever juntos de novo viu!

    beijos.

    ResponderExcluir
  6. Nossa, que triste :(
    Mas, nem sempre as histórias tem um final feliz. Ás vezes, termina em sofrimento.
    Apesar de ser angustiante, o poema esta muito bem elaborado. Gostei muito!
    Beijos *-*

    ResponderExcluir
  7. Bonito, porém, tenso...
    Uma ótima mistura poética.

    ResponderExcluir
  8. Que lindo hein Mari, já estava com saudades de seus lindos poemas *-*
    Esse está a minha cara viu =)
    beijo

    ResponderExcluir
  9. Siga o meu blogue que eu também segui o seu.
    http://factosdesportivos.blogspot.com/
    optima poesia.
    o seu blogue esta optimo

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita e antes de tudo sejam bem vindos! *-*
Sintam-se a vontade para deixar opiniões, críticas...
Afinal esse Blog é para vocês;
- Seu comentário é muito importante, só assim saberei no que melhorar.
Beijos para todos ;*